NOTÍCIAS DA PARAÍBA


07/01/2013 13h42 - Atualizado em 07/01/2013 13h42

Detetive de arte encontra obra de Matisse roubada há 25 anos na Suécia

ESTOCOLMO, 7 Jan (Reuters) - Um detetive de arte britânico recuperou uma pintura do artista francês Henri Matisse roubada há 25 anos de um museu de Estocolmo.

A obra "Le Jardin", avaliada em cerca de 6 milhões de coroas suecas (916.200 dólares), foi recuperada por Christopher Marinello, um especialista em recuperação de arte do Art Loss Register, em Londres.

"É fantástico que a pintura tenha aparecido de novo", disse Kristin Ek, porta-voz do Moderna Museet, em Estocolmo. "Ela foi roubada há tanto tempo que nós realmente tínhamos quase perdido a esperança".

A pintura foi roubada em maio de 1987 quando um ladrão invadiu o museu com uma marreta durante a noite.

O roubo foi relatado tanto para a Interpol quanto para a Art Loss Register (ALR), o maior banco de dados privados internacionais do mundo sobre artes roubadas, perdidas e saqueadas.



Detetive particular diz que cantora Whitney Houston foi assassinada

Um detetive particular garante que há indícios de que a cantora Whitney Houston foi assassinada e que o motivo foi um acerto de contas com traficantes por uma dívida milionária, informou o site PerezHilton.

O investigador Paul Huebl assegura que existe um grande número de provas que "apontam que Whitney foi vítima de poderosos narcotraficantes que enviaram matadores para cobrar uma grande dívida por entorpecentes".

"O corpo de Whitney mostra as clássicas contusões por defesa que poderiam ter ocorrido enquanto lutava por salvar sua vida", indicou Huebl, apesar de os relatórios oficiais após a morte da artista terem revelado que não houve resistência e que a causa da morte foi um afogamento acidental no qual influíram um problema cardíaco e o consumo de cocaína.

As conclusões do investigador se baseiam em pistas fornecidas por informantes do tráfico, uma análise do relatório do legista e vídeos do hotel de Beverly Hills no qual a cantora morreu.



Detetive cita sete pistas para identificar homens e mulheres que traem

Esqueça aqueles velhos clichês de novelas e filmes dos anos 80 em que a esposa desconfiada investiga os pertences do marido até achar uma malfadada mancha de batom no colarinho da camisa ou um comprovante de cartão de crédito com nome de motel. Hoje em dia, os batons têm melhor qualidade, os motéis se escondem sob a sutileza de uma razão social pouco sexy e os infiéis estão um pouco mais atentos para não deixar pistas tão evidentes da traição.

Mas mesmo assim, segundo a detetive particular Angela Bekeredjian, de São Paulo (SP), ainda é possível perceber sinais que indicam a infidelidade do outro. “Namorados, noivos ou cônjuges têm seus próprios costumes e particularidades que somente os dois podem entender. Quando um ou outro muda seu jeito de ser, é bom ficar alerta. A mudança pode ser sutil e, em muitos casos, não é para pior, mas para melhor”, conta.

Há quase 50 anos investigando homens e mulheres que traem, “Angela Detetive”, como é conhecida, cita uma mudança de comportamento que pode ser suspeita. “Um bom exemplo é o marido que passa a encher a esposa de presentinhos sem motivo especial”, afirma.

Foi o que aconteceu com a artista plástica curitibana Marina Vicente, de 35 anos. “Meu ex-marido, de repente, começou a me trazer bombons, flores, revistas importadas super caras e outros presentes sem motivo algum. Comecei a desconfiar, pois ele sempre foi pão-duro. Resolvi segui-lo e confirmei a suspeita: tinha outra na jogada”, revela.

A neuropsicóloga Gislaine Gil, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo (SP), diz que hoje em dia as mulheres traem tanto quanto os homens. “Isso acontece principalmente com as mais novas, pois a conquista do mercado de trabalho ampliou as oportunidades de trair. Para elas, há uma ‘vitrine’ tentadora de homens”, conta.





08/11/2012 13h07 - Atualizado em 08/11/2012 13h07

Suspeito de estuprar e matar garota fez outras duas vítimas na Paraíba

Além de estuprar e matar Ana Alice, suspeito violentou mais duas pessoas.
Estudante desapareceu no dia19 de setembro em Queimadas. 


O suspeito de violentar e assassinar a estudante Ana Alice Macedo Valentin, que estava desaparecida desde 19 de setembro e foi encontrada morta na noite de quarta-feira (7), teria feito pelo menos mais duas vítimas na região de Caturité, segundo a polícia. Em coletiva, o delegado Erissandro Pinto afirmou que o vaqueiro Leônio Barbosa de Arruda, de 22 anos, estuprou uma jovem de 18 anos em fevereiro e tentou estuprar uma mulher de 40 anos em outubro deste ano. Pelo estupro da jovem, Leônio Barbosa respondia em liberdade.
Segundo Erissandro Pinto, delegado que comandou as investigações, a polícia chegou até Leônio após cruzar informações do caso de Ana Alice com um queixa de tentativa de estupro feita por uma mulher no município de Caturité. “Em outubro, uma mulher de 40 anos registrou uma queixa após ter sido levada por um homem que teria tentado violentá-la sexualmente. Na época, a vítima afirmou que o agressor desistiu do estupro após perceber que ela estava menstruada e a abandonou em uma vala”, explicou. A mulher de 40 anos seria a segunda vítima de Leônio Barbosa.
Leia mais: http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2012/11/suspeito-de-estuprar-e-matar-garota-fez-outras-duas-vitimas-na-paraiba.html

08/11/2012 12h22 - Atualizado em 08/11/2012 12h22

Jovem tenta roubar arma de policial e termina baleado em Campina Grande

Tiroteio aconteceu na Praça da Bandeira no Centro da cidade.
Jovem de 22 anos foi levado para o Hospital de Trauma.


Um tiroteio na Praça da Bandeira, no Centro de Campina Grande, assustou os comerciantes e os pedestres que passaram pelo local na manhã desta quinta-feira (8). O tenente-coronel Souza Neto, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar na cidade, disse que um jovem tentou roubar a arma de um dos policiais que estava na praça. Na ação, o suspeito foi baleado.

Leia mais: http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2012/11/jovem-tenta-roubar-arma-de-policial-e-termina-baleado-em-campina-grande.html

08/11/2012 07h00 - Atualizado em 08/11/2012 07h00

Educação da Paraíba encerra prazo para 2 mil vagas de professores

Atividades são no ensino fundamental (anos finais) e ensino médio.
O salário é de R$ 1.222,53.


A Secretaria de Estado da Educação da Paraíba encerra nesta quinta-feira (8) as inscrições do concurso público para 2 mil vagas de professores de educação básica 3. O salário é de R$ 1.222,53. As vagas são para todo o estado. A jornada de trabalho é de 30 horas semanais. As atribuições básicas dos cargos são atividades de regência no ensino fundamental (anos finais) e ensino médio e suas modalidades.

Leia mais: http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2012/11/educacao-da-paraiba-encerra-prazo-para-2-mil-vagas-de-professores.html



19/10/2012 14h21 - Atualizado em 19/10/2012 14h21

Médicos aceitam contratos individuais e se mantêm em hospital da Paraíba

Anestesistas receberam nova proposta financeira do Governo do Estado.
Escala de plantonistas será entregue na próxima segunda-feira (22).


Em audiência com o Ministério Público e direção do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, os médicos anestesistas aceitaram a adesão a contratos individuais para garantir a manutenção dos procedimentos cirúrgicos na unidade. Na próxima segunda-feira (22), haverá nova reunião entre as partes para confirmar uma escala de plantonistas.





19/10/2012 13h26 - Atualizado em 19/10/2012 13h26

Mais de mil motoristas foram pegos alcoolizados em João Pessoa

Operação Lei Seca flagou 1.111 motoristas embriagados, somente em 2012.
Na madrugada desta sexta (19), 12 condutores foram pegos alcoolizados.


Um empresário foi vítima de um assalto no momento em que ia depositar uma grande quantia em dinheiro, por volta das 11h desta sexta-feira (19), em um banco situado no bairro da Torre, em João Pessoa. De acordo com o Centro Integrado de Operações da Polícia Militar da Paraíba (Ciop), dois suspeitos armados abordaram a vítima antes que ela entrasse no banco e levaram um malote com o dinheiro. A quantia levada não foi informada pela polícia.





19/10/2012 11h59 - Atualizado em 19/10/2012 11h59

Criminosos assaltam empresário em entrada de banco de João Pessoa

Vítma foi assaltada quando iria fazer depósito em banco de João Pessoa.
Suspeitos fugiram do local em moto vermelha com quantia não informada.



Um empresário foi vítima de um assalto no momento em que ia depositar uma grande quantia em dinheiro, por volta das 11h desta sexta-feira (19), em um banco situado no bairro da Torre, em João Pessoa. De acordo com o Centro Integrado de Operações da Polícia Militar da Paraíba (Ciop), dois suspeitos armados abordaram a vítima antes que ela entrasse no banco e levaram um malote com o dinheiro. A quantia levada não foi informada pela polícia.





Nenhum comentário:

Postar um comentário